Como conviver com tinnitus

Acufenos, tinnitus ou zumbidos
23 Março, 2018
Quando uma criança nasce sem ouvir
23 Março, 2018
Mostrar tudo

Como conviver com tinnitus

Como ajudar os milhões de pessoas que se veem obrigadas a (con)viver com o tinnitus e os seus efeitos devastadores? Para já, só a tecnologia pode fazer alguma coisa.

O diagnóstico médico é fundamental para avaliar a situação, pois o tinnitus manifesta-se de formas diferentes. Tratando-se de um sintoma, é possível, em certos casos, resolver o problema que está na sua origem.

Há medicamentos, situações de exposição ao ruído ou até mesmo um trauma que podem estar na origem do zumbido, tornando-o, por vezes, temporário. Mas na maior parte dos casos, o tinnitus chega para ficar.

Uma das soluções desenvolvidas pela Signia, aposta no som para suprimir o tinnitus. São dispositivos que geram os chamados “ruídos brancos”, ou seja, sons suaves para camuflar o tinnitus, distraindo os seus utilizadores do incômodo zumbido.

O barulho do mar, da chuva ou da brisa são para, a maioria dos pacientes, sons familiares e transmitem tranquilidade. Esta terapia tem resultado numa melhoria significativa da qualidade de vida dos utilizadores. Como a causa mais comum se relaciona com uma lesão no ouvido interno, 90% das pessoas que sofrem de tinnitus têm também dificuldade em ouvir.

A Signia tem, por isso, investido no tratamento do tinnitus em conjunto com a perda auditiva. O resultado, revela-se nas várias formas de terapia sonora que a marca continua a desenvolver.